Slider

[Autoral] Pobre Carol!

quarta-feira, setembro 20, 2017


Carol não tinha tempo, era muito ocupada
o que queria se afastava do que precisava.

Corre, Carol, vai perder o ônibus!

Por dia, oito horas Carol trabalhava,
nas outras oito das suas necessidades cuidava,
nas outras oito ela tentava dormir um pouco,
mas o coração vivia apertado.

Corre, Carol, o boleto vence amanhã!

Dois e dois são quatro, três vezes sete vinte e um,
a conta é difícil, complicada, e não bate de jeito nenhum.
Carol queria conhecer o mundo,
mas pra isso precisa de dinheiro - eles disseram.

Trabalha, Carol, vai atrás do seu sonho!

De férias, Carol só queria dormir,
que viajar que nada, estava cansada.
Descansar, dormir.
Dormir, sonhar.

Carol pensava que não podia querer, apenas precisar.
"Preciso de comida e água", Carol pensava,
"E de um teto sobre a cabeça. Viver no automático
é saudável e suficiente.
Eu só preciso descansar um pouco e economizar mais.
Não é prático?"

Carol não sabia que também precisava querer.

Descansar dormir. Dormir, sonhar.

"Como vou sonhar se tão pouco tempo tenho para dormir?
Devo trabalhar e me planejar, não tenho tempo para sonhar."

Pobre Carol, será que não sabe que para sonhar não é preciso dormir?
Para sonhar, basta querer.

Mas o querer vai além do precisar, Carol.
E se precisar for tudo o que você tem,
precisa começar a querer.

O querer vai mover você Carol,
e você vai voltar a sonhar.

3 comentários:

  1. Achei seu texto tao fofo❤ Ao mesmo tempo que fofo, tão real. Eu API muito Carol na vida, talvez seja por que tenha ke identificado tanto com ela. Mas, acho que o todo homem contemporâneo tem um pouco de Carol dentro de si, afinal todo mundo sonha e não realiza porque sente mais necessidade em trabalhar e viver o automático do que todo o resto. Um abraço para você e faça mais textinhos para nós lermos.

    ResponderExcluir

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan