Slider

[Resenha] Aqueles que perdemos, Sheena Kamal

quarta-feira, janeiro 31, 2018


Editora HarperCollins, 2017, 254 páginas. SKOOB | AMAZON

Nora Watts é especialista em detectar mentiras. Infelizmente, o talento dela é apenas detectá-las e não conta-las, por isso fica difícil esconder o choque e preocupação que sente quando um casal de arquitetos a chama para encontrar a filha que ela deu para adoção há 15 anos atrás. Ela sabe que uma adolescente com histórico de fugas de casa nunca será uma prioridade para a polícia. Depois de sua vida cheia de abusos e abandono, ela conhece bem a vida na rua e prefere intervir para que aquela garota não sofra o mesmo que ela. Quando a investigação começa, ela percebe que os responsáveis por aquele sumiço não a querem por perto, e há muito mais coisas por trás do que ela pode imaginar.


Para conseguir encontrar Bonnie, a sua filha, Nora se mete em sérios apuros. Ela acaba indo parar bem longe de casa, arrisca perder seu emprego, sua sobriedade e em muitos momentos a sua vida. Como se não bastasse o que Bonnie representa para ela, Nora encontrará mais peças do seu passado, e além de difícil de compreender, esse processo será doloroso. Será que ao fim de tudo ela conseguirá salvar Bonnie? E isso valerá a pena?

“Ás vezes, sua maior força deve ficar em sigilo. Aprendi essa lição do pior jeito.”

A personagem principal me lembrou a Emma de Once Upon a Time, mas diferente dela, Nora não demonstra muitos sentimentos por Bonnie, sua “filha perdida”. Apesar de ser uma personagem bem construída e muito sofrida, é difícil ter empatia por ela. Acho que mesmo que o livro traga os acontecimentos que a tornaram a pessoa que ela é, os seus sentimentos são mostrados de forma muito pouco esclarecedora e é difícil se conectar com ela. O livro é devagar, apesar da leitura ser fluida, ele não te prende por muito tempo porque mesmo nas partes de ação você não consegue sentir adrenalina.

A escrita da autora é muito boa, e é uma pena que ela tenha escolhido esse enredo. A capa é maravilhosa, o livro tem um trabalho editorial maravilhoso e uma revisão impecável, mas os mistérios do enredo se enrolaram muito e os motivos e as pessoas por trás do crime não me convenceram, por isso fiquei decepcionada. De um lado ela buscava uma menina desaparecida aí apareceram umas empresas no meio e pesquisas científicas, mercado vermelho (o mercado negro para órgãos e tecidos humanos)... Foi tudo meio sem pé nem cabeça e no final eu fiquei tipo:

Imagem relacionada

Acho que se você é realmente fã desse gênero talvez valha a pena dar uma chance, além de ser um livro pequeno, o fato da escrita ser boa possibilita uma rápida leitura. Vocês já leram algum livro em que o enredo era assim também? 

5 comentários:

  1. Oi, tudo bem? Olha, eu gosto de romances policiais, mas pela sua resenha eu acho que só ficaria frustrada, porque o livro me pareceu muito confuso, e cheio de coisas que aparentemente não precisavam estar lá. Quando um livro é muito confuso e eu só to lá no meio boiando fico irritada e largo kkkk. É uma pena quando não conseguimos nos conectar com os personagens né? Eles são um dos pontos mais importantes da história.

    Beijos

    Blog Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  2. Esse é meu problema com livros desse gênero acho que demora muito pra acontecer algo, mas respeito que gosta =D

    ResponderExcluir
  3. Me lembrou muito OUAT, mais pelo visto um pouco decepcionante

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha, gosto muito de livros assim, mas eu acho tedioso quando são enrolados hehe.
    O livro me pareceu confuso...
    Beijos, Duda.
    www.bloghappinessd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, adorei sua resenha! Adoro quando são escritas com sinceridade. Uma pena que você tenha se decepcionado, pelo menos o livro é bem feito, bonito e tal, né! Eu gosto bastante desse gênero também, mas quando o enredo é confuso fica difícil.

    ResponderExcluir

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan