Slider

[Resenha] Austenlândia, Shannon Hale

terça-feira, janeiro 23, 2018

Editora Record, 2014, 240 páginas. SKOOB.

“ – Escute, docinho, minha história está contada. Tive meus dias de glória e agora estou encarando meu Fim. Mas o céu e as estrelas sabem como a sua história vai acabar. Então, faça o seu felizes-para-sempre acontecer.”

Jane Hayes é uma mulher de 33 anos muito bem sucedida, mas que não tem nenhuma sorte com namorados. Para ela, todos os caras com que ela se relacionou foram seus namorados. Mesmo que tenha sido algo casual e sem compromisso, ela acabava se pegando imaginando como seria o seu vestido de casamento e os nomes dos seus filhos. Como se não bastasse o seu entusiasmo exagerado com relacionamentos que apenas começaram, Jane desenvolveu uma obsessão pelo Sr. Darcy, e depois disso não conseguiu sair com um cara sem compará-lo a ele. 

Quando ela menos espera, recebe de herança da sua tia-avó que ela mal conhecia uma ida para a Austenlândia, um lugar secreto onde o século XIX é reproduzido com direito a bailes e todos os espartilhos e rendas, onde ela finalmente tem a oportunidade de conhecer o seu amor ideal. Mas numa vida totalmente fingida baseada nos costumes aprendidos em livros, será que ela conseguirá saber o que é real?

“ – O que a senhorita quer? – A voz dele foi quase um murmúrio.
– Perdão?
– Estou perguntando com sinceridade – disse ele, embora parecesse zangado. – O que a senhorita quer?
– Alguma coisa real.”

Esse livro foi exatamente o que eu esperava. É um livro que, embora bastante simples, me agradou muito por ser cheios de referência aos clássicos, ao mesmo tempo mostrar um romance moderno. Ele é divertido com os diálogos formais de romance de época, mas com a narração de um romance contemporâneo. Eu amei o final, amei o fato de que ficamos tão confusos quanto Jane sem saber o que é real e o que não é. A escrita é fluida e é aquele livro que a gente lê para se distrair e quando vê já acabou. O livro foi adaptado em 2013 mas ainda não conferi o filme, então não sei opinar (olha a referência!), mas recomendo o livro!

Um comentário:

  1. Adoro livros que façam referência aos clássicos sobretudo sobre o universo de Orgulho e Preconceito, acho que você também deveria ler - como eu li - o Diário de Mr. Darcy que é amorzinho. Vou ler esse livro com certeza, mas não estou animada para o filme porque vi o trailler e sei lá, não me animou tanto. Beijos!

    ResponderExcluir

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan