Slider

[Resenha] O diário do Mr. Darcy, Amanda Grange

terça-feira, janeiro 30, 2018



“Um homem com o meu caráter e a minha reputação, riqueza e status seduziria qualquer mulher. Mas isso tudo jamais deve acontecer.”


Mr Darcy não é um duque, mas é neto de conde por parte de mãe. É um homem cujo status social e o tamanho de sua propriedade deu a ele o direito de escolher o vigário da paróquia, por isso ele é muito importante no Condado de Derbyshire. Tudo isso é conhecido pelos leitores apaixonados de Orgulho e Preconceito, em que acompanhamos a história de amor de Mr. Darcy e nossa querida Elizabeth Bennet.

O interessante dessa história é o fato de que esta é narrada em forma de diário pelo personagem masculino da história, e como boa parte de nós fãs ficamos com medo de ser decepcionadas por fanfics, eu resolvi tomar coragem para ler, descobri depois que é muito benquisto pela maioria dos fãs de Jane Austen. Na verdade,  é muito bom ver que Amanda Grange teve o cuidado de preencher os detalhes que não  conseguíamos ver porque a narrativa do livro de Jane Austen nos permite ver apenas o universo de Lizzie, dessa forma a autora atual teve liberdade de desenvolver a sua própria versão – felizmente – obedecendo a personalidade de Fitzwilliam Darcy que nós conhecemos tanto no livro quanto no filme.



Como em um diário, as datas são explicitadas assim como todos os eventos importantes para o personagem, e o que é mais legal dessa experiência para mim foi acompanhar não só os pensamentos do Mr. Darcy, mas também seu cotidiano, afinal quando eu lia Orgulho e Preconceito eu sempre imaginava onde estaria Darcy e o que ele estava fazendo com seu tempo.

“Lá, eu tinha a família dela constantemente diante de mim, lembrando-me do quão impossível seria uma união entre nós. Aqui, eu tenho apenas ela. Seu ânimo, sua vivacidade, seu bom humor, tudo me tentava a abandonar o autocontrole e a me declarar;”

As características dos demais personagens ficam extremamente evidenciadas nesse livro o que foi uma experiência engraçada e interessante de se ver, imagino que isso tenha sido possível graças ao detalhismo de Jane Austen em relação aos personagens que compuseram suas obras. Dessa forma, Amanda   explorou não apenas a vida de Darcy, mas também as opiniões de outros personagens como Georgiana, afinal pela forma como ela era se comportava e se sentia nos momentos de interação,por exemplo com Caroline Bingley, Mr. Hurst e Louisa Hurst, dava para entender o que ela pensa. Sem contar que conseguimos ter um vislumbre dos pontos de vista da Srta de Bourgh, Coronel Fitzwilliam e demais personagens. Outro ponto que me agradou foi a fidelidade da história de Amanda com o original, pois não houve a mudança repentina de personagens, assim Lidia e Mrs. Bennet são vistas com suas personalidades reforçadas e desenvolvidas ao longo da trama.



Li pelo Kindle Unlimited (acesso aos livros digitais por assinatura na Amazon geralmente custa R$ 20,00) e notei alguns errinhos que me incomodaram um pouco porque a partir de um momento as datas ficam as mesmas e não conseguimos acompanhar mais o tempo. Sem contar que senti muita falta da escrita da Jane Austen porque gosto daquele jeito dela de escrever, da formalidade da fala dos personagens, do discurso bem elaborado, o que não é o estilo desse livro para o alívio de alguns até porque é um diário, e Amanda Grange não tem que escrever como Jane Austen.Claro que nada disso onera a leitura, nem o prazer de voltar a história de Mr. Darcy e Elizabeth Bennet, por isso essa história ganhou meu coração.

Estou doida para ler os outros livros da autora que mostra os diários narrados pelos personagens masculinos que amamos dos livros da Jane Austen. O próximo que lerei vai ser O diário do Coronel Brandon de Razão e Sensibilidade (que inclusive tem resenha aqui no blog, clique aqui paraver)

E então? Você tem medo de ler livros assim ou daria uma chance? Deixa nos comentários para gente bater papo, um beijo da Yana

9 comentários:

  1. Amei a resenha!! E já quero ler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o livro é muito bom! Um abração Raquel, bom te ver por aqui!

      Excluir
  2. Adorei o fato do diário ser escrito por um homem! <3

    Beijos, Duda

    www.bloghappinessd.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amei, é muito legal um diário escrito por homem enquanto estamos acostumadas com o contrário, feliz com a sua visita Duda! Um beijão!

      Excluir
  3. Ótima resenha!! Muito interessante o livro!!💕
    Beijosss

    https://universomultiplo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Yana, tudo bem?
    Eu sou uma super fã do romance entre Lizze e Darcy, justamente por isso nunca tinha lido esse livro imaginava que seria apenas, mais uma fanfic chata...rss!
    Sua resenha me animou para conhecer essa história, obrigada.

    Beijos e abraços da Vivi
    vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh que bom Vivi, fiquei sabendo que a Pedra Azul tá fazendo liquidação e está por 9,90 por lá. Também achei que não era legal, mas eu me peguei rindo horrores do Darcy por causa da personalidade e relembrando Orgulho e Preconceito, daí acabei me apaixonando. Um beijo, Viviane!

      Excluir
  5. Confesso que nunca gostei muito do Mr Darcy, por isso ate dei um apelido para ele de Mr. Traste, mas depois que vi o filme Orgulho e Preconceito, quero ler este livro e ainda o da Jane Austen!

    ResponderExcluir

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan