Slider

[Resenha] Para Sempre, Glaucia Santos

terça-feira, fevereiro 13, 2018



Publicação independente, 2015, 358 páginas, SKOOB
“Os anos haviam passado... e as lembranças eram apenas flashes remotos em minha mente. Algumas vezes muito vívidas e outras apenas lembranças passageiras de um bom tempo. Às vezes eu acordava sonhando e sorria com as lembranças.”



Esse livro nos conta a história de Elisabeth (Lizzy) e Justin, um casal de idosos que se conhecem- e se amam- desde a infância. No início era amor de amigos, mas o tempo foi passando e a cumplicidade contribuiu para que esse sentimento fosse mudando e se moldando aos poucos.


Em 1985, a pequena Lizzie Marbrook se mudou com a família para Chilton-Carolina do Sul, com apenas 5 anos de idade. O livro começa com a pequena Lizzy, assim que se estabeleceu em sua nova casa, chorando de fome na varanda de casa, enquanto espera que sua mãe volte logo com a comida que fora comprar e ao mesmo tempo torce para que seu pai, que dormia alcoolizado no sofá, não acordasse. Foi nesse momento de solidão e medo que ela conheceu seu novo vizinho, o menino Justin Stone.

“ - Menina, por que chora? – Eu não soube muito bem o que dizer. Afinal, eu nem o conhecia e me senti tímida diante dele. – Não precisa ter medo de mim
- Mamãe diz para ter medo de estranhos.
- Mas eu não sou estranho, sou Justin Stone- Ele me estendeu a mãozinha arredondada.
Por um instante hesitei, mas, depois de vê-lo tão solícito, acabei cedendo e dei a mão para ele.
- Me chamo Elisabeth Marbrook, mas mamãe me chama de Lizzy- disse, fitando seu olhar. “

Ah gente, que livro, viu! Eu lia e a cada capítulo novo meus olhos se enchiam de lágrimas. A história é contada em vários tempos e a narrativa acontece da seguinte forma: Elisabeth, já idosa, nos conta história, enquanto relembra suas memórias com o marido que já muito adoentado pediu aos médicos para que ele pudesse passar seus últimos momentos de vida em casa, no aconchego de seu lar, em companhia de sua família.
A história tem uma narrativa bem previsível, mas isso não influenciou em nada a docilidade dos acontecimentos narrados. Para mim a maior mensagem que ele deixou foi que é necessário ter fé. Foi com Justin que Lizzy aprendeu o que essa palavra significava, e foi esse sentimento que a sustentou nos momentos mais difíceis que eles passaram.
Comprei esse livro na loja kindle há quase um ano, e desde então ele tava parado aqui. Um dia voltando da faculdade eu li a nota da autora e achei bem interessante, mas só peguei para ler agora e valeu MUITO a pena!

Vocês perceberam que eu tô numa vibe nacional agora? É o terceiro que eu leio em seguida e estou simplesmente amando conhecer o trabalho de nossos conterrâneos e valorizar a nossa literatura. E vocês, leem muito livro nacional? Conheciam o trabalho dessa autora?
Bom, por hoje é só! Bom finzinho de feriado e até semana que vem! Beijocas!

10 comentários:

  1. Nossa que fofoooo! Eu estou tentando entrar na vibe dos nacionais, sobretudo porque sou muito curiosa, não posso ver a sinopse que já tenho vontade de ler hahaha Sei que esse livro está no Kindle Unlimited por isso posso aproveitar! Você arrasou nas fotos amiga!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai lá, miga! Aproveita mesmo. Mas não esquece de deixar uns lencinhos por perto, porque se você for que nem eu, vai chorar litros...
      Mas vale a pena, viu!
      Obrigada pela visita!
      Beijocas

      Excluir
  2. A história parece ser linda, bem do jeito que eu gosto, fiz uma compra só de livros nacionais esse mês só to esperando chegar. temos muito autor bom na nossa terrinha. =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muito autor bom aqui mesmo!
      Tô amando essas descobertas que eu tenho feito com esses livros!
      Tomara que você goste dos que está esperando chegar!
      Obrigada pela visita, Karol!
      Beijocas!

      Excluir
  3. Olá! Dentro desse um ano e pouco eu tenho conhecido muitos autores nacionais, e ainda assim sinto que tenho muitos outros para conhecer! Essa parece ser uma história muito gostosa de se ler, daquelas que te tira da ressaca. Muito legal!

    Beijos

    Blog Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que quanto mais a gente conhece autor novo, mais autor aparece pra gente conhecer, né? É incrível isso!
      Obrigada pela visita, Raquel!
      Beijocas

      Excluir
  4. Oi meninas, tudo bem?
    Primeiramente quero dizer que estou encantada com as fotos de vocês, são muito chiques!
    Quero muito ler muitos livros nacionais esse ano mas, não sou muito fã de livros românticos ou clichês, gosto mais de terror, suspense e policiais também..rss!
    Mesmo assim li sua resenha até o fim, porque amo a sua escrita, parabéns!

    Beijos e abraços da Vivi
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivi, aqui tudo joia e por aí, tudo na paz?
      Ah, menina, tô amando esses nacionais que tenho lido. Devo admitir que terror não é muito a minha, mas um suspensezinho é de lei, viu. Adoro também!
      Obrigada pela visita e pelo carinho!
      Beijocas!

      Excluir
  5. Bom dia, amore! Para sempre é um clichê bem previsível, mas escrito para emocionar o leitor com a linda história de Justin e Lizzy. Eu me emocionei muito escrevendo esse livro e fico muito feliz por ter alcançado os leitores. Obrigada pela resenha e o feedback. Se puder colocar a resenha no skoob e no Amazon me fará muito feliz. Sinta-se abraçada e beijada por mim nesse momento. <3

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, amore! Para sempre é um clichê bem previsível, mas escrito para emocionar o leitor com a linda história de Justin e Lizzy. Eu me emocionei muito escrevendo esse livro e fico muito feliz por ter alcançado os leitores. Obrigada pela resenha e o feedback. Se puder colocar a resenha no skoob e no Amazon me fará muito feliz. Sinta-se abraçada e beijada por mim nesse momento. <3

    ResponderExcluir

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan