Slider

Por que todo mundo ama It a Coisa de Stephen King?

terça-feira, julho 31, 2018




Suma de Letras , 2014, 1103 páginas. SKOOB 
“George se virou para olhar o irmão.
- Toma cuidado.-Claro. – Ele franziu um pouco a testa. Era o tipo de coisa que a mãe dizia, não o irmão mais velho.Era tão estranho quanto se Bill tivesse lhe dado um beijo.  – Claro que tomo. Ele saiu. Bill nunca mais o viu.”




Quanto ao filme é difícil encontrar 100% de opinião de pessoas que se agradam da produção cinematográfica. Mas, que o livro It a Coisa é um livro incrível até mesmo porque aqueles que não conseguiram ler o livro inteiro, isso é certeiro. Mas, por quê?
Para explicar, eu trouxe um pouco das divisões do livros e curiosidades do filme para você entender, e se ainda não leu o livro, quem sabe você não se anima?

OBS: Não tem spoilers.

SINOPSE

Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em 'It - A Coisa', clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.

Eddie, Bill, Mike, Stan, Beverly, Ben, Richie - Da esquerda para direita

IT, A COISA É UM LIVRO AMADO, POR QUÊ:

1)    Riqueza de detalhes e domínio dos personagens: Stephen King soube muito bem encantar com a riqueza de detalhes dessa história, afinal ajuda o leitor a ligar-se com mais facilidade a narrativa e aos personagens. Sem contar que, ele narra e descreve personagens muito diferentes com suas complexidades bem como problemas de forma intensa mesmo com um livro tão fragmentado. Isso é genial!

2)    Personagens Reais: O Clube dos Otários são tudo menos óbvios. Cada um tem suas próprias provocada pelas dificuldades que nós crescemos entendendo muito bem como elas são. No entanto, a intensidade com a qual essas adversidades se impõem são perceptivelmente mais angustiantes e devastadoras. Muitas pessoas dizem que eles são adultos demais para serem crianças, mas acredito que isso seja uma característica plausível visto que eles passaram por tantas coisas.


3)    Alternância: Não há linearidade nessa história. Stephen King desenvolve os personagens, ora adultos, ora crianças. As vezes ele mostra relatos jornalísticos, ou cenas de mortes. Essa alternância está organizada em 5 cinco partes na narrativa, e com certeza é uma forma de nos deixar curiosos, sedentos pelo que está por vir.

4)    Poder Narrativo do autor: Há quem diga que a riqueza de detalhes aliada a alternância deixa a história grande demais, o que deixa o autor com o status de enrolado. Então talvez quem pense assim não goste muito de It. Mas, pra mim isso gera um poder narrativo enorme a história, porque essas características somadas a cenas chocantes ( que é o que o autor faz) conseguem causar efeitos muito contrastantes nos leitores, há momentos que você quase morre de tanta angustia ou tensão, em contrapartida há outros que você acha bonito a relação entre os personagens e o desenvolvimento da narrativa.

5)    Contraste entre Maldade e Bondade Humana: Esse livro é curioso nesse ponto. Como eu disse antes, ele te envolve em um misto de sentimentos e para mim um dos motivos para isso são as cenas em que se percebe o quanto a natureza humana é vil e mal devido às mortes, ao bullying, aos preconceitos que são mostrados no livro. Em oposição a isso, podemos ver a amizade construída no Clube dos Otários, a forma como cada um serve de suporte a dor do outro, o que é muito interessante de se ver. Com certeza, é algo que chama atenção na leitura e a torna genial!



Bônus: It – É um livro de terror que vai além do medo, por isso os medrosos (vulgo eu) conseguem ler:

Muitas pessoas pensam que esse livro é impossível de ler porque causa medo. No entanto, não foi o que eu senti até o momento. Pelo contrário, eu senti raiva, angústia, fiquei tensa, me senti curiosa e quis comer o livro pensando que talvez assim eu poderia absorver a história mais rápido. Mas, como esse livro escancara as relações humanas em níveis diferentes como também explora devagarzinho a história de cada um, as dores de cada um, o que o coloca em um patamar diferente de livro de terror. Claro que a criatura que cerca Derry é de dar medo, e King sabe muito bem como explorar esse lado. No entanto, essa não é nem de longe a única faceta que essa história tem, por isso, leia com vontade porque esse livro tem o que falar!

O QUE EU LI ATÉ O MOMENTO?

Bem, eu não li o livro todo ainda, mas a essência dele já foi mostrada na parte 1 e no inicio da parte 2 que é o momento em que estou lendo. Fiquei encantada desde a primeira parte do livro, o que inicialmente foi muito esquisito, até porque como eu disse antes eu nunca li um livro de terror e esse foi o primeiro, sendo que também foi o primeiro livro do autor que estou lendo. Por que estou demorando tanto? Não posso me dedicar a leitura exclusiva do livro, tenho lido muitos outros livros e feito muitas atividades ao mesmo tempo. Por isso, estou longe de concluir a leitura, o que é uma ótima desculpa para ficar mais tempo com os personagens e com essa história que eu comecei a amar.


UMA  DIFERENÇA INTERESSANTE ENTRE O FILME E O LIVRO?

Bem, o filme tem uma linha de progressão. Algo que não aconteceu no livro, é perceptível que o livro é extremamente estratégico, afinal Stephen King soube conduzir a história muito bem, no entanto no livro as alternâncias não permitem essa sensação de continuidade. Acho que isso foi bom para o filme, porque pelo menos no filme, fica mais fácil de entender as relações entre as crianças, a cidade, e os acontecimentos sobrenaturais que infligem Derry.Além disso, conseguimos ver os personagens infantis de forma mais explicita já que essa parte do filme foi dedicada a elas, o que não acontece nos filmes, tio King vai nos contando tudo aos poucos no livro, o que para mim foi uma estratégia sensacional porque me prende muito!

George


Enfim, espero que vocês tenham gostado de falar de It. Também quero saber o que acham da obra. Já leram? Teriam coragem de ler? Deixa nos comentários para continuarmos a conversa!

8 comentários:

  1. Oi Yana. Apesar da ressalva de que o livro pode ser lido por medrosos (eu também!), ainda não criei coragem para tanto, apesar da curiosidade ser imensa ainda não superou o medo, hahahaha. Só de olhar e de lembrar do palhaço e das resenhas que eu já li, fico com medo no escuro.
    Parabéns pelo post.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina não te julgo! Sabe porque eu ganhei coragem? Porque comecei com leitura coletiva, e pretendo voltar para leitura coletiva assim que o Enem for embora porque eu preciso do apoio dos colegas nos momentos difíceis hahahaha mas tenho certeza que quando você arranjar coragem, vai amar o livro!

      Excluir
  2. Adorei que não apareceu muito o Pennywise no seu post, miga! Morro de medo daquele palhaço... Kkkkk
    Eu tô doida pra ler It, mas ele é imenso, não sei quando vou ter a oportunidade...
    Amei seu post!
    Beijocas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah amiga, eu queria explicar sobre o início da história e tals, e falar muito do Pennywise pode estragar a história hahhahahahaha

      Excluir
  3. Eu nunca li nada do Stephen King, porque assim como você sou meio medrosa, mas fico feliz em saber que o medo não nos impede de continuar a leitura... Eu vi a adaptação cinematográfica e gostei bastante, achei muito interessante tratar bastante do psicológico e fiquei feliz quando soube da sequência que o filme terá.
    Mas enfim, eu gostei bastante da resenha e dos pontos que você especificou, quando eu tiver coragem para enfrentar essas páginas, prometo que te contarei!!

    xoxo
    www.foradocontexto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom Thaís! Eu espero que você dê oportunidade para It em algum momento <3

      Excluir
  4. Oi Yana, tudo bem?
    Eu fiz a leitura desse livro ano passado e, apesar de ter demorado muito tempo realizando a leitura, amei cada detalhe da história, consegui compreender o final e ainda não vi a adaptação cinematográfica. Em nenhum momento eu fiquei com medo do palhaço ou das artimanhas dela na história, fiquei com mais medo da maldade das pessoas e gostei muito dos interlúdios.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é né? Eu acho que comecei a ter medo do palhaço depois de ter visto o filme, porque antes eu não tinha nenhuma imagem assustadora na mente para fazer uma associação... hahaha Também estou amando o livro e fiquei surpresa por isso!

      Excluir

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan