Slider

Burlando A Morte: Curto é sinônimo de pouco desenvolvido? Não mesmo!

terça-feira, outubro 09, 2018


Editora Autografia | 2018 | 76 páginas | Amazon
SINOPSE
Liz é resgatada em seu leito de morte por um integrante do Ilsa, e ela se reúne ao grupo para salvar os moradores de Mégara das garras de Sedah, demônios que querem causar caos e destruição. Liz comete um erro ao resgatar um bombeiro de um prédio em chamas. Agora a morte virá contra ele, e ela fará de tudo para salvar Dimitri de uma morte lenta e dolorosa. Liz não esperava se apaixonar por um humano, e agora ela terá que infringir leis para finalmente cumprir sua missão, Salvar Dimitri da Morte.


O QUE EU ACHEI

Em primeiro lugar, eu estava com medo de ler e sentir que estaria faltando algo, como quando leio alguns contos pequenos e tenho a leve impressão de que a história não acabou, isto é que na verdade ela me foi tirada no meio do caminho. No entanto, me enganei em relação a isso com essa narrativa. A Pam deu características que definem muito bem os personagens, seus objetivos e torna a história muito movimentada. Além disso, ela escreve esse livro explicando aos poucos detalhes da vida de Liz, confrontando o passado o e o presente da personagem ao mesmo tempo que descobrimos em que tipo de mundo ela vive. 

Liz é uma Ilsa e salva a vida de várias pessoas por meio dos sonhos que lhe são dados a noite. A moça porta uma adaga consagrada cujo efeito é a morte dos Sedah, criaturas que só querem o mal de forma que levam o ódio e o caos aonde passam. Por isso, em uma das missões, ela comete o maior erro que poderia cometer. Ela salvou Dimitri, um bombeiro que morreria no acidente em que apenas um senhor negro  deveria ser salvo e ninguém mais. Tal atitude é completamente fora das regras, mas ela sentiu uma ligação tão forte com Dimitri que não pode deixar de proceder dessa forma.

“Estava cansada de salvar uma pessoa e deixar morrer a do lado (...) A única regra que existe não é justa, ela não deveria existir.”

Por isso, os problemas começaram. Além dos Ilsa estarem praticamente entrando em extinção pelas sucessivas mortes estranhas que estavam acontecendo, o livro sagrado que norteia a vida de sacrifício do grupo desapareceu. E depois de salvar a vida de um estranho sem saber como mantê-la, afinal com a regra quebrada os Sedah tinham liberdade para matá-lo com dor ainda pior,  Liz fará de tudo para encontrar o livro a fim de  descobrir não só como salvar a vida de alguém que balançou o coração, mas também pela primeira vez decidir de forma consciente como traçar o seu destino.

Não posso dizer muito mais que isso, quando você ler vai ver o cenário se desvendando aos poucos diante dos seus olhos. E a diferença dessa leitura para outros livros curtinhos que li, foi a forma como a Pam deu completude e profundidade a essa história em apenas 76 páginas, o que me deixou fã assim que terminei de ler!


Enfim, essa história  foi escrita pela nossa linda parceira Pamela Negromonte do insta literário Leitores Obsessivos, e me deixou chocada com essa história rápida e ao mesmo tempo com muita coisa para dizer! Eu espero que vocês tenham gostado, um beijo da Yana.

2 comentários:

  1. Olá Yana, como vai? Quero iniciar meu comentário parabenizando a autora pela sinopse incrível, faz muito tempo que uma sinopse não chama a minha atenção para ler o livro, por serem muito superficiais. Mas, infelizmente não gostei dessa capa! Pelo que percebi do livro essa história merecia uma capa histórica e bem chamativa.

    Essa história me lembrou muito Percy Jackson, com todas as aventuras e demônios, seres noturnos, mistérios, etc. Gostei da maneira como você descreveu a narrativa, porque, a maioria dos livros que eu com demônios os autores acabavam esquecendo de contextualizar os objetivos deles na história e, colocando eles apenas como personagens secundários sem importância, o que não é o caso desse livro.

    Amei a maneira como escreveu a sua resenha e, com certeza irei procurar o livro para ler.
    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh que bom que você gostou <3 Concordo com você que a capa não faz jus ao livro ou a ideia que esse livro traz, mas ainda assim gostei como a autora iniciou e finalizou a história! Um beijo, Vivi.

      Excluir

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan