Slider

Minha opinião polêmica sobre A pequena Livraria dos Corações Solitários

terça-feira, dezembro 11, 2018



Verus | 2017 | 308 páginas | SKOOB | AMAZON


SINOPSE
Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. Porque Posy não herdou apenas um negócio quase falido, mas também a atenção indesejada do neto de Lavinia, Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro de Londres. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos — isso se Sebastian deixá-la em paz para trabalhar. Enquanto Posy e os amigos lutam para salvar sua amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian, com quem começou a ter fantasias um tanto ardentes. Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, Posy vai conseguir o seu “felizes para sempre”. O primeiro livro da série A Livraria dos Corações Solitários!

O QUE EU ACHEI           
          
Bem, eu pensei bastante em não escrever nada sobre esse livro. No entanto, acredito que precisamos ser abertos e conversar sobre aquilo que nos incomoda também.

O livro (na minha singela opinião) tinha tudo para ser perfeito! Temos Posy Morland essa garota que herdou uma livraria. Poxa, eu fiquei muito feliz com o fato de que o livro tem várias referências literárias de autoras de romance de época e também acontece numa livraria! Pense só, o clima desse livro é maravilhoso, eu imagino aquela vila inglesa como um local aconchegante em Londres, os chás, a livraria aconchegante para um dia de frio e muita leitura. No entanto, essas partes do livro foram bem poucas porque o livro é preenchido também pelas várias discussões “com clima de romance” entre Posy e Sebastian, e foi aí que a história perdeu muito do encanto para mim.

Sebastian chamou bastante a minha atenção. Infelizmente por algo negativo. O personagem masculino poderia ser grosso e quem sabe desenvolver-se de forma que nós conseguíssemos ver uma transformação nele. Fiquei muito chateada com a atuação desse cara no livro, por mim ele poderia ser frio, distante e revelar-se aos poucos (ainda que isso soe clichê), mas grosso e ofensivo não dá. Eu juro que ele perguntou se as ancas dela eram boas para parir (na página 86), além disso ele afirmou categoricamente que Posy era o tipo exemplar de mulher que mostrava o motivo pelo qual mulheres nunca deveriam ter direito a voto (página 77). O problema disso, é que o livro todo é assim, ele é grosseiro o tempo todo com a mocinha, não a ouve, não se importa para as opiniões dela e a ofende pelo fato de ela ser romântica incorrigível e adorar ler. Bem, se você não ligar pra esse tipo de coisa, acho que a experiência do livro vai ser muito positiva para você, no entanto comigo não desceu de jeito nenhum.

Encerrada essa parte, gostei muito dos outros personagens da livraria. Cada um tem suas manias: Nina é a garota tatuada e desinibida, Verity é a garota tímida que mexe com a contabilidade da loja e Tom é o amigo que todos gostam, mas não sabem muito dele porque ele faz muito mistério. Eles são bebedores de chá, café e comedores de donuts como nós leitores adoramos mordiscar enquanto estamos fazendo uma boa leitura, tudo isso me deixou com o sentimento de estar em um local familiar. Ainda há Sam, o irmão mais novo de Posy que compartilha com ela o problema de ter perdido muitas pessoas que amavam e mesmo assim precisarem seguir em frente.Além disso, Posy começa escrever na própria história (o que nos dá uma história dentro de uma história) confesso ter achado genial, apesar de não falar muito sobre o que se trata para vocês descobrirem por si só. 


Além disso temos também, o desenrolar da história. Será que Posy conseguirá colocar a livraria em uma rota de lucro novamente? Como será que ela fará isso? Que acaba sendo legal e divertido também, apesar das minhas muitas ressalvas.

Você vai pensar que eu sou doida, mas eu quero ler as continuações. Pelas resenhas que li e assisti no YouTube, aparentemente a autora fez um segundo livro melhor, e vou dar essa chance por causa da livraria, das referências, e de Verity que é a próxima personagem, sem contar que  como uma leitora ávida fiquei animada por ver leitores sendo retratados como protagonistas em cada livro, espero que tudo dê certo daqui para frente!

Enfim, essa foi a resenha (juro que feita com sinceridade) do dia de hoje. Voltarei para falar do segundo livro em breve, um beijo da Yana.

6 comentários:

  1. Oi Yana! Menina, uma salva de palmas estrondosa pra essa resenha! Compartilho totalmente da tua opinião, um livro odioso por causa do protagonista que se tornou uma das minhas maiores aversões literárias e gerou um imenso arrependimento por ter dedicado meu tempo a essa leitura que me decepcionou de diversas formas. Enfim, ao contrário de ti, não tenho interesse em ler os próximos livros da trilogia, mas quem sabe depois de ler tua resenha, caso seja uma boa leitura, posso me animar, porque realmente não gosto de deixar trilogias inacabadas, mas essa tá difícil de engolir.
    Beijos, Adri
    Espiral de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que não tenha sido loucura da minha mente, a minha irmã achou que eu estava doida quando eu fazia caras e bocas como reação a esse livro hahahaha Pode deixar que eu vou ler e te falo se vale ou não a pena continuar a série! Também detesto deixar coisas inacabadas, por isso terminei de ler esse livro. Obrigada pela visita, beijos!

      Excluir
  2. Oi Yana,
    Eu também odiei esse livro. Primeiramente, porque o casal é muito chato e não consegui sentir nenhuma afeição por eles. O enredo é totalmente desconexo e chato. Para falar a verdade é só um livro com a capa bonita mesmo. Para mim o pior livro de 2017. 🤣

    Você não está doida não, eu também quero ler a continuação, mas vou comprar o ebook, porque é mais barato (se o Amazon ajudar, né).

    Até mais!
    www.depoisdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não senti nenhuma afeição por eles. Gostei da Posy, apesar de achar que ela deveria crescer e aprender lições com as tretas da livraria, mas também não foi isso que aconteceu. Daí, rolou esse ranço do livro... Peguei ele também por causa da capa e foi também minha pior leitura só que de 2018 hahaha eu vou pegar o livro físico mesmo porque ele tá com um preço bacana na Amazon. Depois você posta uma resenha lá no Depois da leitura para eu ver oque você achou! Beijos!

      Excluir
  3. Uma salva de palmas para essa resenha maravilhosa. Se passasse por esse livro em uma livraria com certeza iria me sentir fisgada, uma pena que a história não é tão surpreendente!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu juro que gostaria que fosse, eu fiquei triste demais que a história e o personagem masculino não deram certo para mim haha beijo, obrigada pela visita!

      Excluir

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan