Slider

Comédia e Drama e Empoderamento é igual Lionheart

sexta-feira, janeiro 18, 2019


2018 | Nacionalidade: Nigéria | Netflix | Drama | Direção: Genevieve Nnaji | 1h 35 min


SINOPSE

Adaeze é uma mulher nigeriana que cresceu sendo preparada para ser a sucessora do pai na liderança da rede de transportes da família conhecida como Lionheart. Depois que o pai sofre um enfarto, ele se afasta da empresa para cuidar da saúde, no entanto para surpresa de Adaeze, ela não é a pessoa indicada para o cargo de liderança pelo pai quando este adoece.

Na verdade quem fica com o cargo é o senhor Godswill, o tio da moça que não está necessariamente preparado para ser um líder da empresa. É claro que ela não fica nada satisfeita, mas tem que encarar isso. Além disso, ela não esperava uma dívida gigantesca feita pelo pai que está prestes a levar a empresa ao buraco.

Agora cabe a Adaeze a difícil tarefa de provar seu valor - em um mundo dominado por homens - sem contar que precisa salvar o negócio da família.



O QUE EU ACHEI

Em primeiro lugar, é simplesmente sensacional que a atriz principal Genevieve Nnaji também seja a pessoa que dirigiu esse filme! Em segundo lugar, fiquei extremamente empolgada com um filme produzido pela indústria cinematográfica nigeriana indo parar na Netflix de forma a ganhar mais corações como esse filme ganhou o meu.

No papel de Adaeze, a atriz ganhou o meu coração porque abordou de forma racional e sutilmente questionadora o fato de uma mulher preparada para o cargo de liderança ser substituída por um homem sem nenhum tino para negócios. Desta forma, a personagem sente que suas habilidades foram questionadas, mas a forma como isso foi abordado traz uma reflexão sobre o cotidiano das mulheres nesse sentido.

A produção me rendeu boas risadas porque o sr. Godswill é bem divertido, e o filme no geral tem um tom de drama misturado com comédia, o que nos marcou com algumas cenas divertidas dignas de bons risos. Além disso, Adaeze é obrigada a lidar com uma situação bastante difícil - o enorme risco de falência da empresa - no momento em que ela e o tio descobrem uma dívida feita pelo pai da protagonista. É nesse momento, que descobrimos como ela terá que provar a sua habilidade para ser líder, e também unir-se ao tio para superar as dificuldades.



Para concluir, Lionheart é um filme sobre superação de dificuldades, questionamento de valores em vários sentidos. Um exemplo disso é que o irmão da protagonista quer trabalhar com música, e por isso é visto por todos como um homem sem perspectiva para o futuro. Nesse caso, o filme nos diverte ao mesmo tempo que nos faz questionar valores prontos que muitas vezes não foram pensados por nós, mais colocados em nós pelas ideologias de outros. Antes de terminar, também não posso deixar de citar as cores do filme, as músicas, a cultura que realça o filme, além termos a  realidade do país sendo mostrada ali, não apenas a parte rica, mas também a situação socieconômica da Nigéria por meio das ruas, pelas relações das pessoas umas com as outras, além de uma leve abordagem à corrupção.

Enfim, espero que vocês tenham gostado da mini-crítica, assistam o filme para me contar o que acharam, vou deixar um trailer abaixo para vocês verem do que se trata. Um beijo da Yana.











5 comentários:

  1. Oi Yana, que filmaço, só de falar sobre a mulher no mercado de trabalho já é uma vitória para nós!
    Eu ainda não vi, mas já vou adicionar na lista para ver. Obrigada pela dica!

    www.depoisdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nem preciso dizer que já fiquei doida para assistir esse filme, né? Parece ser ótimo!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. eu estava doida pra assistir essa série e depois de ler aqui fiquei com mais vontade ainda.


    Folhas De Netuno

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho uma baita curiosidade para assistir o filme, mas eu tenho um certo pé atrás..
    https://umminutoparaocosmo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, Yana que indicação maravilhosa!
    Vou assistir agora mesmo, porque fiquei curiosa para saber como será o final desse filme e, que trailer engraçado, pelo visto tem muitos alívios cômicos na história. Eu quero te indicar um filme do Will Smith que eu amo e me emocionou de mais ano passado, se chama: A Beleza Oculta, ele tem umas cenas chatas mas, vai por mim, assiste até o final e depois me conta o que achou.

    Beijos e Abraços VIVI
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir

CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan